Ratos de porão: Discografia Completa - Download

6 comentários

Ratos de Porão é uma banda brasileira de hardcore punk/crossover thrash formada em 1981, durante a explosão do movimento punk paulista. Com trinta anos de carreira, são referência brasileira no gênero e reconhecidos internacionalmente, principalmente na Europa, América Latina e América do Norte.

Informações:

Banda: Ratos de Porão
Gênero: Hardcore Punk, Crossover Thrash
Origem: Brasil 
Período de Atividade: 1980-atualmente
Biografia e Discografia do ratos de porão para download, baixar albums
No início da década de 1980, influenciado pelo movimento punk que começava a tomar forma em São Paulo, João Carlos Molina Esteves (o Jão, vocalista e guitarrista) formou o Ratos de Porão com seu primo Roberto Massetti (o Betinho, baterista) e o amigo Jarbas Alves (o Jabá, baixista). Em 1983, já com Mingau na guitarra, gravaram seu primeiro registro musical na coletânea SUB e participam do festival O Começo do Fim do Mundo, que reuniu vinte bandas no Sesc Pompéia, em São Paulo, se tornando um marco do movimento. João Gordo entrou em 1983, para mais uma mudança na formação, e a banda lança Crucificados Pelo Sistema.

Deixando de lado o punk puro e passando por estilos como o hardcore e o crossover, ganharam notoriedade também no exterior (sempre no underground punk e principamente por terem assinado com a Roadrunner Records européia, chegando a lançar alguns discos com versões em português e inglês. Por deixar de lado o punk puro e se tornar apresentador de programa de TV, João gordo passou a ser chamado de traidor por algumas pessoas.

Em 1995, lançaram Feijoada Acidente?, um tributo a bandas punk nacionais e internacionais. O título é uma paródia a The Spaghetti Incident?, disco do Guns N' Roses que também é um tributo.

Para comemorar seus vinte anos de estrada, regravam o primeiro disco e então lançam Sistemados Pelo Crucifa, que vem com uma revista contando a trajetória da banda.

Depois de oito meses parados, os Ratos de Porão tocaram no festival paulista Maquinaria Rock Fest em 17 de maio de 2008. João Gordo com todo o seu jeito extrovertido agitou o público com clássicos como "Igreja Universal" e "Beber Até Morrer".



Integrantes:

  • Jão - Guitarra
  • João Gordo - Vocal
  • Boka - Bateria
  • Juninho - Baixo

Ex-Integrantes:

  • Jabá - Baixo
  • Betinho - Bateria
  • Mingau - Guitarra
  • Bitão - Bateria
  • Spaghetti - Bateria
  • Betão - Bateria
  • Walter Bart - Baixo
  • Pica-Pau - Baixo
  • Phú - Bateria
  • Fralda - Baixo

Discografia:





Comentários ( 6 )


Comentários
6 Comentários
Anonymous disse...

duca somente ...

luiz gustavo cad maniac(lg_madcaddies86@twitter.com) disse...

joão gordo é fera d+ assim como todos os músicos q passaram pelo ratos,mas essa historia de traidor,é mó cascata,nunca houve um jeito de ser punk,o punk é anti-sistema então ñ deveria criar um sistem para se ser punk,ser punk é um estado de espirito e ñ o que vc faz,com quem vc sai,ou do que vc gosta,ñ existe isso de cultura ou moda punk,roupas e moicanos isso tudo sao estereotipos criados por alienados eu gosto muito de punk rock me considero como tal,mas n preciso xingar,blasfemar para o ser,me portar como animal irracional?pois o punk esta em sua alma em seu coraçao, e a sua capacidade de mobilizaçao de pessoas em prol de um unico ideal,solidariedade, de ajudar aqueles q necessitam,e lutar pela liberdade ,e lutar n é brigar,matar ,pois ``se lutamos por liberdade n deveriamos forçar pessoas a nos aceitarem ou a nossas causa, ainda q seje justa,atraves d violencia e sim de atos d fraternidade e igualdade,nos valendo da liberdade individual d cada ser,por sua forma d pensar e agir e o seu querer
eu n vou me matar,eu n vou me destruir, minha heroina, é minha força de vontade,lutar por igualdade, com o corpo e a mente limpos ,eu ñ necessito d sua vaidade ou d seu egoísmo,sei q
é maldito o capitalismo,mas ñ deveriamos lutar por ditadores do communismo , isso sim ira ferir os meus principios, é impossivel implantar o anarquismo,temos q lutar com as armas q temos ,contra nossos inimigos,conhecendo e adaptando nossas ideias ao mundo em q vivemos ,sempre em prol de melhorias, ñ da para consertar o mundo, mas ainda assim vou lutar por isso,melhorar o lugar em q vivemos e então progredir,pq protestar quando vcs nada fazem para o pais melhorar ou inves d xingarem e se matarem voltem a estudar, vao repassar o conhecimento para outras pessoas aderirem a causa, comhecimento é a maior arma paara se defender da opressao q qualquer estado possa impor ao seu cidadao,seje vc d esquerda ,direita,extremistas ou ñ façam algo util a naçao ,parem com essa ideia d homem primitivo,das cavernas ,chega d trevas,chega d guerras,o BRASIL precisa é d uniao,movimentos politicos - partidarios so dividem (ñ duvidem) a nossa populaçao, assim como a religiao,vamos juntos ,en uma so facçao ,ñ tenha vinculo nenhum ,com movimento algum,pela nossa sofrida e carente naçao`´´joao gordo escreveu e canta igreja universal(uma critica_justa por sinal_as tantas e tontas igrejas q existem e suas e sujas taticas de dominaçao e exploraçao)ou seje ele é contrario a essas igrejas mas ele nunca precisou matar um pastor ou um fiel para protestar,entenderam
obs: 1-4-2011_sexta-feira
joao gordo atualmente trabalha na tv record(dono bispo edir macedo,soberano na igreja univer$al)

Anonymous disse...

LINK DO DVD INDISPONIVEL

Anonymous disse...

LINK DO DVD INDISPONIVEL² O_O

Anonymous disse...

ratos de porão PHODA DE MAIS \o/

Anonymous disse...

qm leu o comentario do luiz gustavo cad maniac?

Postar um Comentário



Related Posts with Thumbnails
http://2.bp.blogspot.com/_0kvlgyNxLJM/TB0zPR8VV4I/AAAAAAAAAe8/kx_OdXFm6UI/s1600/termos_1.png

Licença Creative Commons
Sobre o site